Redicecionamento

quinta-feira, 3 de maio de 2007

OLHA A MOÇADA DA COMUNIDADE DO SÃO CARLOS AÍ, GEEENTEE!

Por Cris Rosado

Eles fazem parte da ação social da Escolinha do Water Polo Tricolor, chegaram há pouco tempo e já mostram que além de aprender, têm muito a ensinar e trocar. São os garotos da comunidade do Morro do São Carlos, no Estácio, que marcam presença na piscina das Laranjeiras todos os dias e têm uma recomendação aos outros mais que quiserem chegar: “Tem que ter comprometimento!”.

Wanderson dos Santos, Clayton Aguiar, Igor Oliveira, Carlos Dutra (Cacá) e Tony de Almeida, estes são os nomes dos ‘figuras’, muito alegres e cheios de histórias para contar. Eles têm entre 12 e 15 anos. Wanderson e Clayton vieram a convite do primo Igor, que por sua vez chegou por intermédio do Silvio (um dos técnicos do Flu e professor do Instituto de Educação), e chamaram o Tony para o grupo. Já o Cacá foi chamado pelo Quito (jogador do Flu e técnico do Infantil) e veio da Natação. Antes de chegarem aqui passaram por outras modalidades - futebol e judô – até se apaixonarem pelo WP, esporte que alguns nem conheciam e outros só tinham visto pela TV. Mas, agora, eles voam alto nos sonhos que querem realizar. Sob a batuta do Shalon, também ‘coach’ do Time da Família, e com muita disciplina, eles querem mais. Têm o professor como um exemplo, reconhecem que têm tido muita ajuda e querem ser como ele: “mais tarde ajudar a outros meninos que, como nós, estão tendo uma oportunidade pelo esporte”. Confira!



CrisVocês chegaram até aqui. Agora, me digam, estão gostando? Querem continuar?
Todos
Estamos, muitoooo! Queremos e temos que treinar muito para chegar lá.

Cris – Lá aonde?
Todos –
Onde o Shalon chegou. Ele contou que fez uma escolha; pelo esporte. E que isso fez com que ele realizasse muitas coisas. Deu a oportunidade para ele chegar à Seleção, viajar, conhecer muitos lugares pelo mundo. Também dele estudar para ser alguém na vida. Hoje ele é nosso professor, está nos ajudando, ensinando muitas coisas. E a gente também tem vontade de fazer isso com outros moleques, mais tarde.

Cris – Quais foram as maiores dificuldades que vocês encontraram quando começaram?
Wanderson –
Tive dificuldades em aprender a pernada alternada.
Clayton/Caca – Nós tivemos mais com os chutes e as regras - são muitas, mas aos poucos vamos aprendendo.

Cris – Houve alguma dificuldade também de se enturmar? De participar dos treinos em equipe?
Wanderson –
Eu queria sempre aparecer, achava que me mostrando mais podia ajudar. Mas aprendi que isso atrapalha. Eu tenho sempre que tocar mais a bola para me sair melhor com a equipe.
Igor – Eu tive dificuldade com a convivência, no início. Os colegas falavam pouco comigo, mas depois me enturmei, não demorou muito. Está acontecendo uma troca boa. E eu faço a minha parte; tento me enturmar, me comunicar e tenho mudado o que acontecia.
Tony – Sempre me dei bem com o pessoal, me enturmei logo.

Cris – Que metas vocês pretendem alcançar no WP? Quais são os sonhos que querem realizar?
Clayton – Eu estou treinando para ter um bom desempenho. Preciso melhorar a natação. Quanto melhor eu estiver, mais vou poder ajudar a equipe. Quero me tornar um profissional, ser um professor de WP. Este foi o esporte mais legal que eu fiz até agora.
Igor – Quero muito ter um futuro profissional no WP. Tenho vontade de pegar uma Seleção e poder viajar.
Tony – Quero muito ser alguém na vida através do WP e também pegar uma seleção.

Cris – Vocês gostam do WP e divulgam na comunidade?
Todos –
É claro! Sabemos que o esporte é um bom caminho. No WP ficamos longe das drogas e da violência. Podemos ser alguém!
Cacá – Eu divulgo. Mas já aviso logo: tem que ter comprometimento! Como você vai ter apoio se não vem aos treinos, se falta?! Se estamos tendo uma oportunidade, temos que dar importância a isso. Fazer a nossa parte!

Cris– Alguns já tiveram problemas de indisciplina. Que lição vocês tiraram disso?
Igor –
Eu fui um dos alunos afastados dos treinos pelo professor Shalon. Fui indisciplinado e desrespeitei meu professor. Aí eu fui pra casa...

Cris – E o que você pensou?
Igor –
Que, pô, eu gostava muito do WP! Que uma coisa eu sabia; não queria sair! Reconheci que eu errei. Meus colegas disseram para eu vir conversar com o Shalon. Nós já conversamos e ele me deu uma chance. Estou muito feliz. Ele foi bem legal comigo. Foi mais um crédito e me fez muito bem ao coração.
Todos – A disciplina é muito importante! O respeito também; é obrigação. O Shalon nos mostra e ensina isso.

Cris – Você querem deixar alguma mensagem para os leitores do blog, para a equipe da qual vocês, agora, fazem parte?
Cacá
Digo para não irem no papo de ninguém. De saber dizer não às drogas, à violência e à criminalidade. O esporte é uma saída e melhora tudo, faz bem à saúde. O esporte traz muitos benefícios!
Wanderson – Saia da vida do crime, entre para o WP!
Tony – Se alguém tem um sonho, nunca desista! Siga em frente! O crime não leva a lugar nenhum, o esporte, sim! Pode trazer dinheiro, saúde e amigos.
Igor – Quem pratica o bem, sempre cresce. Quem pratica o mal, sempre cai! – aprendi com o Shalon.


E eles encerram pedindo para mandar muitos abraços, aproveitando que o pessoal da escola e da comunidade poderá ler à primeira entrevista concedida pelos futuros jogadores de WP:
- Para os moleques do fogueteiro, de todas as comunidades e para o São Carlos. Paz no Morro! – Clayton.
- Para os habitantes do São Carlos, especialmente para os da rua Jorge de Carvalho e para os meus colegas do beco. – Tony.
- Para os meninos da escola, do meu beco, do Morro todo e para os meus familiares. – Wanderson.
- Para os meus familiares, meus amigos, para a comunidade do Estácio e para todos do Flu. – Cacá.
- Para todos os moleques do WP, do ISERJ e para os meus familiares. – Igor.

E, juntos, encerram em uma só voz:
- Um abraço para o professor Shalon. Para o Carlinhos, Quito e Silvio. Obrigado por tudo!



Não resisti e resolvi deixar aqui o meu depoimento sobre este bate-papo incrível. A conversa com a molecada começou meio tímida. Depois, muitos casos começaram a ser contados. Pedi que falassem um de cada vez e fui prontamente atendida.
Eles são absolutamente encantadores, simplesmente porque são jovens adolescentes que já passaram por muitas vivências, em tão pouco tempo de vida, e reconhecem a oportunidade que estão tendo de ampliar os horizontes. São meninos educados, alegres, que estão dispostos a superar dificuldades e alcançar metas. Dizem não às drogas e à criminalidade e mostram querer transformar muitas coisas e contribuir para a paz, na comunidade e na cidade em que vivem, nosso Rio!
Encontraram no esporte uma saída e são loucos por Water Polo!
Valeu, molecada! Para mim também foi uma oportunidade e tanto ver que vocês vão aprender muito e fazer muitos amigos e que, também, vão nos ensinar bastante! Vai ser uma troca e tanto. E, se vocês forem determinados e treinarem sério, poderão chegar lá muito antes do que imaginam. Afinal, quando queremos e fazemos a nossa parte, tudo se torna possível! Nos encontramos na piscina!
Um forte abraço, com carinho, Cris.

6 comentários:

Hélcio Brasileiro disse...

Muito legal Cris!

Olha, eu nem conheço o Shalon pessoalmente, mas já sou fã dele. Ficou muito claro o respeito que ele despertou nos meninos.

A gente tem que dar alternativas a essa garotada, e se o WP for uma opção, melhor ainda!

Nossa experiência aqui com a garotada de baixa renda tem sido fantástica. Nos preocupa muito a distância do Rio/SP e de como poderemos transformar esse momento na possibilidade real deles virarem atletas.

É muito difícil, mas vamos dando um passo de cada vez, pensando no próximo.

Parabéns e sucesso à garotada!

Cris Rosado disse...

Hélcio,
Com pouco, quando temos boas intenções, somos capazes de realizar muito! E ganhamos tanto com isso, todos!
Uma vez li em um adesivo de carro: "Pense global, aja regionalmente". Compreendo que isto signifique que devemos nos posicionar, frente às dificuldades que nos são apresentadas, de maneira firme e criativa, começando pelo que está ao nosso alcance!
Faz a diferença. Espero que, sinceramente, tenhamos êxito em contribuir para a formação de cidadãos dignos. Se colaborarmos, de alguma maneira, para que eles realizem sonhos e alcancem metas - ainda melhores serão os resultados!
Um abraço.
Cris

Rodrigo Shalom disse...

Mulecada!!!!
Fiquei lisonjeado e emocionado ao ler a reportagem de vocês!
Estou muito feliz de poder estar contribuindo no crescimento e na formação de futuros campeões!
Vocês me ensinam muito mais do que aprendem, tenham certeza disso!

Obrigado pelo carinho Hélcio e obrigado à você Cris por essa oportunidade de ter de certa forma, um "feedback" do trabalho realizado.

Muito bonita e especial ficou essa reportagem!

Estou aprendendo muito com vcs todos, em especial com os garotos da escolinha, Carlinhos, Silvio e Quito.

Que tudo que você escreveu Cris, assim como o Hélcio, possa ecoar cada vez mais no coração das pessoas, porque se cada um fizer a sua parte ajudando ao próximo, com certeza teremos um mundo melhor.

Vamos com tudo!
Abraços

Emir disse...

Parabéns pela matéria e por mais esta iniciativa.

Anônimo disse...

Parabens pela iniciativa, assim se construe um pais melhor !!!

Silvio disse...

Entre a performance e a educação existem mais mistérios do que julga nossa vã filosofia...
Saber dicotomizar e ao mesmo tempo ponderar entre o social e o ideal dentro do esporte é um exercício diário...E todos nós da flu fazemos isso...e não esperava outra atitude do Shalom e de uma pessoa tão sensível como a Cris.

Abraços

S.T

parabéns

FLUMINENSE PENTA CAMPEÃO TROFÉU BRASIL 2010

FLUMINENSE PENTA CAMPEÃO TROFÉU BRASIL 2010

FLUMINENSE BI CAMPEÃO ESTADUAL JÚNIOR 2010

FLUMINENSE BI CAMPEÃO ESTADUAL JÚNIOR 2010

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JUVENIL 2010

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JUVENIL 2010

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JÚNIOR 2009

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JÚNIOR 2009

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO SUB21

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO SUB21

FLUMINENSE TETRA CAMPEÃO TROFÉU BRASIL 2009

FLUMINENSE TETRA CAMPEÃO TROFÉU BRASIL 2009
Gustavo / Sottani / Cesar / Kiko / Quito / Beto / Shalom / Cubano / Jonas / Bernardo / Gabriel / Vujasinovic / Betinho / Heitor / Thye - Técnico: Carlos Carvalho / Assist: George Chaia

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO JÚNIOR 2009

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO JÚNIOR 2009

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL SUB-21 / 2008

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL SUB-21 / 2008
Participaram da campanha: Thyê, Tomás, Yuri, Cubano, Bernardo, Caio, Rodrigo, Secco, Bernardo Reis, Eric, João, Betinho, Renan, Pedro "Skol", Chico Eiras e Tiririca. Técnico Carlos Carvalho e auxiliar Silvio Telles

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL 2008

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL 2008
Heróis da conquista: Álvaro, Lucas, Bruno, João, Matheus S., Vítor, Guilherme, Matheus, Haroldo e Guilherme. Técnico Quito

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JUVENIL 2008

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL JUVENIL 2008
Participaram da Campanha os seguintes atletas: Luan, Tarzan, Yuri, Gaspar, Lucas, Pão, Renan, Guilharme, Chico, Eric, Skol, Gabriel, Alvaro, Bruno, Felipe. Técnico Silvio Telles

FLUMINENSE TRI-CAMPEÃO ESTADUAL ADULTO
2006-2007-2008

FLUMINENSE TRI-CAMPEÃO ESTADUAL ADULTO<br>2006-2007-2008
Heróis da 31ª conquista:Marcelinho, Vicente Henriques, Cesinha, Chaia, Quito, Beto, Shalom, Cubano, Braguinha, Gabriel, Mineiro, Betinho, Caio, Nicolas, Guigo, Alfredo e Thyê. Técnico Carlos Carvalho

FLUMINENSE TRI-CAMPEÃO DA TAÇA BRASIL 2008

FLUMINENSE TRI-CAMPEÃO DA TAÇA BRASIL 2008
Heróis da conquista: Marcelinho, Vicente Henriques, Cesinha, Chaia, Quito, Beto Seabra, Shalom, Cubano, Braguinha, Gabriel, Mineiro, Betinho, Caio. Técnico Carlos Carvalho e assistente Silvio Telles

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL/CORREIOS 2007

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL/CORREIOS 2007
Nossos Heróis: Marcelinho, Paulinho Lacativa, Cesinha, Rick, Mineiro, Beto Seabra, Shalom, Brett, Caio, Rafael Murad, Nicolas, Betinho, Chaia, Thye Mattos, Alfredo soares, Rodrigo Braga, Renan Luna e Gabriel Secco.

FLUMINENSE BI-CAMPEÃO ESTADUAL ADULTO 2007

FLUMINENSE BI-CAMPEÃO ESTADUAL ADULTO 2007
Heróis da 30ª conquista: Marcelinho, Paulinho Lacativa, Cesinha, Rick, Mineiro, Beto Seabra, Shalom, Brett, Caio, Rafael Murad, Nicolas, Betinho, Chaia, Thye Mattos, Alfredo soares, Rodrigo Braga, Renan Luna e Gabriel Secco.

FLUMINENSE CAMPEÃO DA III TAÇA BRASIL 2007

FLUMINENSE CAMPEÃO DA III TAÇA BRASIL 2007
Participaram da competição: Marcelinho, Mineiro, Murad, Cesinha, Caio, Shalom, Quito, Beto Seabra, Betinho, Nicolas, Renan, Gabriel Secco, Rodrigo "Guigo", Rodrigo Alves, Chaia, Liliu, Alfredo e Paulinho Lacativa

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU JOÃO HAVELANGE 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU JOÃO HAVELANGE 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU BRASIL 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO DA COPA BRASIL JÚNIOR 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO DA COPA BRASIL JÚNIOR 2006
Esq para direita: Nicolas, Carlinhos, Bruno, Elcio, Iargo, Daniel, Alfredo, Rodrigo, Tomás, Caio, Renan, Thyê, João, Betinho, Liliu e o técnico Silvio Telles

FLUMINENSE CAMPEÃO
II FESTIVAL ESTADUAL INFANTIL 2006

FLUMINENSE CAMPEÃO<br>II FESTIVAL ESTADUAL INFANTIL 2006
Esq. para dir.: Natália, Amanda, Luca, Felipe, Gabriel, Luiza Moraes, Rafael "pão de queijo", Pedro "skol", Eric, Chico, Debise, Daniel "gaspar" e o técnico André "Quito" Raposo

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU JOÃO HAVELANGE 2003

FLUMINENSE CAMPEÃO DO TROFÉU JOÃO HAVELANGE 2003

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL 1978
Esta equipe foi CAMPEÃ seis vezes seguidas

FLUMINENSE CAMPEÃO ESTADUAL 1978<br>Esta equipe foi CAMPEÃ seis vezes seguidas
Os campeões: Da esquerda para a direita: Perrone, Aluizio, George, Álvaro e o tecnico Claudino: agachados: Jair, Eduardo, Luiz Ricardo e Schimidt.

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO 1968

FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO 1968

FLUMINENSE BI-CAMPEÃO ESTADUAL INVICTO 1953/1954

FLUMINENSE BI-CAMPEÃO ESTADUAL INVICTO 1953/1954

ÍDOLOS DO WATER POLO HOMENAGEADOS NO FLU
06Out2007